Proteja a sua casa do frio

Como proteger a sua casa do frio e evitar danos maiores?

Todos os anos é a mesma coisa…temos com alguma frequência um outono ameno e só quando começa a chover e fazer frio a sério é que nos lembramos de nos proteger a nós e à nossa casa.

Não é só a nossa inércia em nos preocuparmos com o frio…no nosso país o parque habitacional está pouco preparado para enfrentar as baixas temperaturas. De forma a aumentar o conforto térmico dentro de portas, e proteger os bens do desgaste, é preciso aumentar a resistência face a chuva, tempestades, geadas, ventos fortes, neve, e, nos casos mais graves, até furacões e inundações que estão a chegar com mais frequência por via das alterações climáticas.

Dados recentes do Eurostat, o Instituto Oficial de Estatística da União Europeia, 18,9% da população portuguesa passa frio em casa, contra 6,9% de média europeia.

A mesma estatística diz também que quase um quarto dos portugueses vive com humidades em casa, e até chuva. Portugal tem a 2ª maior percentagem de infiltrações nos tetos, com 24,4% da população a apontar este problema nos lares.

Há conselhos muito simples – e aplicáveis por qualquer um – e que podem mesmo fazer a diferença. Siga estes:

  • Escolha o sistema de aquecimento certo: caso a sua habitação não inclua sistema de aquecimento, opte pela solução mais adequada à sua família, como piso radiante, bombas de calor, aquecimento central ou emissores térmicos. Considere sempre a dimensão da casa e os custos de instalação, mensais e de manutenção, na altura de escolher o seu sistema de aquecimento e consulte os conselhos da ERSE. Com a temperatura agradável dentro de casa, não vai precisar de andar com muita roupa e sentir-se-á muito mais confortável.
  • Vede portas e as janelas: esta dica serve, por um lado, para impedir a entrada de correntes de ar frio e, por outro lado, para evitar que o calor saia de dentro de casa. Poderá fazê-lo utilizando uma fita isolante, um “chouriço”, ou tubos de espuma ou de borracha.
  • Utilize papel de parede e prefira cores quentes: mais do que uma opção decorativa, o papel de parede pode ajudar a manter uma temperatura mais elevada no interior da sua casa, uma vez que consegue retê-lo dentro de casa. Outra opção a considerar seria pintar as paredes com tons mais quentes, pois estes acumulam e preservam melhor o calor. Acima de tudo, estes tons ajudam a tornar a sua casa mais acolhedora e confortável.
  • Aproveite a luz solar: mesmo durante o inverno, aproveite para usufruir da luz solar para aquecer a casa. Para isso, basta abrir os estores e as cortinas pela manhã, manterem-se assim enquanto houver sol e, quando anoitecer, fechar tudo para impedir a entrada do frio. Desta forma, poderá saborear melhor os momentos de refeição em família, com a sala de jantar ou a cozinha mais aquecidas.
  • Coloque cada móvel no sítio certo: uma vez que os objetos também conseguem reter o calor, a localização exata do mobiliário vai influenciar a temperatura do interior da casa. Algumas opções que pode seguir passam por: decorar as paredes com quadros, molduras e espelhos, que ajudam a manter o calor dentro de casa; decorar o chão com tapetes e carpetes; encostar móveis de pouca utilização às paredes exteriores, que são as mais frias; posicionar as camas e sofás junto das paredes interiores, onde a temperatura é sempre mais elevada. Dê destaque ao mobiliário com um significado especial, como peças que herdou, reciclou ou lhe foram oferecidas, para tornar cada divisão mais humana e afável.
  • Feche bem as janelas em dias de tempestade: sempre que se preveja vento e/ou chuva fortes é fundamental fechar bem os estores e as janelas para que não batam e, consequentemente, estalem ou partam.
  • Mantenha telhados e paredes exteriores: para evitar o risco de infiltrações em períodos de mau tempo, importa verificar as telhas, placa e paredes que estão expostas aos elementos. Certifique-se que as telhas estão bem encaixadas e que a placa, paredes exteriores e telhas não apresentam fissuras. As calhas e ralos devem ser limpos regularmente, para permitir o escoamento da água da chuva.
  • Faça manutenção regular do exterior da habitação: garanta que a poda das árvores é feita periodicamente, para evitar danos maiores em dias de vento forte. Proteja, de preferência dentro de casa, objetos como mobiliário de exterior e churrasqueiras portáteis. Mantenha a limpeza do quintal, para evitar que folhas e pequenos ramos caídos possam impedir o correto escoamento da água da chuva. Em zonas vulneráveis de cheias, considere colocar um anteparo de madeira ou metal à entrada da casa, cave ou rés-do-chão, para evitar a entrada de água.

Está preocupado com o conforto e segurança da sua habitação?

Pensado para todo o tipo de habitação, seja moradia ou apartamento, seja para senhorios ou para inquilinos, o seguro multirriscos habitação Una Lar está concebido de forma a responder às suas principais necessidades de proteção, numa solução prática e versátil.

Estamos inteiramente ao seu dispor, para qualquer dúvida ou esclarecimento adicional. Consulte o seu Mediador Una e peça uma simulação ou informe-se em unaseguros.pt.